Capítulo 2. Perguntas e respostas no diálogo

outubro 28, 2008

 

Parte 1

Para que se proceda um dialogo racional é necessário que as respostas dos participantes seja direta caso a resposta e a pergunta forem apropriadas. No caso de não se poder responder à pergunta dever-se-á ser o mais informativo possível. Se isto não ocorrer, se considerará a postura como inútil ou evasiva. Procedendo-se desta maneira serão possíveis a ambas as partes colher informações para a sua argumentação.

Há varias maneiras de se perguntar em um diálogo, isto é, tipos diferentes de perguntas que me darão respostas de acordo com o tipo da questão.

Um destes tipos é a pergunta ou, que poderá dar várias alternativas, porém uma só será escolhida.

O  tipo é sim ou não, é um tipo de pergunta que permite resposta positiva ou negativa obviamente. Esta é uma derivação da pergunta tipo ou.

Outro tipo de pergunta é a por que. Esta exige que a resposta proveja premissas  para a construção de argumentos e o esclarecimento das proposições.

As respostas ditas diretas são aquelas que fornecem exatamente a informação pedida.

As respostas indiretas são aquelas que fornecem parte da informação pedida.

As réplicas são aquelas respostas nem diretas nem indiretas. As réplicas questionam a própria pergunta.

Existirão casos em que para não cair em armadilhas adversárias, se deverá responder com outra pergunta.

Por Sem. Gerônimo Teixeira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: